Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Notícias | Leilões

SEGUNDO

Leilão do Pepro dia 28 tem 82,8% do milho proveniente de MT

Foto: Reprodução/Internet

Leilão do Pepro dia 28 tem 82,8% do milho proveniente de MT
Mato Grosso é responsável por 82,8% do milho a ser leiloado no segundo leilão do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) na próxima semana. Marcado para o dia 28, o quilo do cereal, para fins de preenchimento do Documento Confirmatório da Operação (DCO), será de R$ 0,226 no Estado. Ao todo 1,750 milhão de toneladas provenientes de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Oeste da Bahia, Sul do Maranhão e do Sul do Piauí estarão sendo ofertadas. O milho a ser vendido deve ter como destino a pecuária (bovinos, suínos e aves), indústria de alimentação humana e comerciantes.

O segundo leilão do Pepro teve sua realização divulgada na quinta-feira (21) por meio do edital nº 124/2014 da Companhia Nacional do Abastecimento (Conab). Das 1,750 milhões de toneladas de milho ofertadas 1,450 milhão são de Mato Grosso. No último dia 20 de agosto foram comercializadas 808 mil toneladas de cereal do Estado, de um volume de 900 mil toneladas ofertadas.

Conforme o edital, o milho de Mato Grosso está divido em cinco lotes: Região I - Norte com 500 mil toneladas, Região II - Centro-Norte com 550 mil toneladas, Região III - Centro-Sul com 250 mil toneladas, Região IV - Nordeste com 100 mil toneladas e Região V - Sudeste com 50 mil toneladas.

Leia também
MT tem apenas 808 mil t de milho leiloadas no Pepro; Nordeste vendeu apenas 8%
Geller diz que ninguém está autorizado a falar em nome do Mapa sobre refúgio em MT
Multinacionais reforçam necessidade de manejo adequado para garantir eficiência de tecnologias

O lote 6 refere-se a Goiás de onde 75 mil toneladas são ofertadas. Mato Grosso do Sul ofertará no lote 7 75 mil toneladas e o Oeste da Bahia no lote 8 50 mil toneladas. Já o Sul do Maranhão 50 mil toneladas no lote 9 e o Sul do Piauí 50 mil toneladas no lote 10.

Conforme o edital, podem participar das operações os produtores rurais e/ou suas cooperativas desde que cumpram as regras e condições que estão previstas no regulamento Pepro nº 001/08.

O participante, salienta a Conab, deverá comprovar a venda do cereal, em grãos, para os agentes econômicos e o seu escoamento. O edital aponta ainda que o milho in natura não pode ter como destino final os Estados que compõem a região Centro Oeste, Sul, Sudeste (exceto os Estados do RJ, ES e Norte de MG), e os Estados da Bahia, Maranhão, Piauí, Sergipe, Pará, Rondônia, Tocantins.

Assim como no primeiro leilão do Pepro para o milho safra 2013/2014 realizado no dia 20 de agosto, o milho de Mato Grosso, para fins de preenchimento do DCO, terá preço de R$ 0,226 o quilo. Já para Mato Grosso do Sul e Goiás permanece, também, a R$ 0,2945 o quilo. No Oeste da Bahia, Sul do Maranhão e sul do Piauí o quilo do milho será vendido a R$ 0,36.

O edital reforça ainda que o produtor participante do certame deverá realizar a venda do produto até o dia 02 de outubro de 2014.

Os leilões são uma reivindicação dos produtores diante os preços baixos da saca de 60 quilos. O governo federal, através da Portaria Interministerial nº 798, de 5 de agosto de 2014, autorizou a liberação de R$ 500 milhões para o Pepro do milho, o equivalente para atender a uma demanda estimada em 10 milhões de toneladas.

Encontro de Pepro 2014

Nesta sexta-feira (22) a Conab discutirá em Cuiabá com produtores as dificuldades dos leilões do Pepro 2013. O "Econtro de Pepro 2014" será realizado no auditório do Serviço Nacional de aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT). O público alvo são produtores, corretoras e tradings, revela a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), que apóia o evento.

Confira o edital nº 124/2014 do Leilão do Pepro do Milho aqui.

Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet