Olhar Agro & Negócios

Domingo, 21 de julho de 2024

Notícias | Logística

ATENÇÃO

Transporte de rotor da UHE Teles Pires é retomado nesta quinta-feira; Duas novas peças já estão a caminho

Foto: Rota do Oeste/Odebrecht TransPort

Transporte de rotor da UHE Teles Pires é retomado nesta quinta-feira; Duas novas peças já estão a caminho
Após ter sido paralisado para manutenção nos caminhões que o transportam o segundo rotor da Usina Hidrelétrica de Teles Pires voltou a ser transportado na quarta-feira (23), contudo um acidente em Jangada provocou uma nova interrupção do transporte da mega-peça que será retomado nesta quinta-feira. O rotor entra agora no principal trecho de escoamento da safra mato-grossense, o que significa momentos de atenção e cuidado por parte dos caminhoneiros e demais motoristas que pela BR-163/364 trafegam diariamente.


O rotor havia parado no quilômetro 442 da BR-364, próximo a uma fábrica de Biodiesel, segundo a concessionária Rota do Oeste, da Odebrecht TransPort S/A, que venceu a concessão da BR-163 em Mato Grosso até Sinop. Porém, em decorrência a um acidente em Jangada, entre dois caminhões e que vitimou duas pessoas, o transporte da peça para a Usina teve de ser interrompido na quarta-feira.

Leia também
Chegada de rotor a Cuiabá é adiada para domingo; Liberação de documento atrasada o transporte
Rota do Oeste acompanhará translado de rotor para medições e adequações da BR-163
Segundo rotor da UHE Teles Pires está em Cáceres e chega dia 17 em Cuiabá

Os caminhões que fazem o transporte do rotor tem rodado a uma velocidade média de 30 km/h e ocupam os dois lados da pista, assim como ocorreu com o primeiro rotor, que chegou na primeira semana de junho à UHE Teles Pires.

A peça deixou Cáceres no dia 16 de julho e chegou à Várzea Grande no dia 20, contudo uma pane mecânica interrompeu por dois dias o transporte, sendo retomado nesta quarta-feira (23).

Os dois rotores, mais os outros três que chegarão a Mato Grosso até o final do ano, foram fabricados pela Alstom, em Taubaté (SP). Os equipamentos são transportados da fábrica até o porto de Santos (SP) por rodovia e depois pelo oceano até a Argentina, de onde entram em hidrovias fluviais até chegarem à Bacia do Paraguai e assim chegar a Cáceres.

Conforme a Rota do Oeste, a Transportadora Cruz de Malta, que realiza o transporte dos rotores, já informou que o terceiro rotos está passando pela hidrovia e que o quarto rotor sai está semana ainda da fábrica.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet