Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 23 de julho de 2024

Notícias | Logística

RODOVIAS

Mais de R$ 3 bilhões são investidos em infraestrutura em 7 anos no MT

Foto: Reprodução / Internet

Mais de R$ 3 bilhões são investidos em infraestrutura em 7 anos no MT
Nos últimos sete anos Mato Grosso recebeu do governo federal mais de R$ 3 bilhões em obras de infraestrutura em rodovias. O principal fator apontado para os investimentos é o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que está presente no Estado desde 2007.


Na quarta-feira (02) o senador Cidinho Santos apresentou um balanço no Senado do que foi aplicado em Mato Grosso. Segundo o parlamentar, dos 5,8 mil quilômetros de rodovias federais que haviam para ser pavimentadas 4,3 mil quilômetros receberam massa asfáltica.

Leia também
Sicredi consolida R$ 5,3 bi em ativos até maio e MT é visto como potência pelo Banco Central
“MT tem o transporte mais caro do Brasil”, diz deputado ao defender marco para hidrovias

Cidinho frisou na tribuna que os investimentos tiveram início ainda no governo Lula e no período em que Luiz Antônio Pagot estava há frente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

“Sob o comando de Pagot, foram implementados dois grandes programas, um de conserva e manutenção (PIR IV) e outro de conserva, restaura e manutenção (CREMA), visando a recuperação da malha rodoviária. Com um investimento total de R$ 1,1 bilhão, montante nunca antes investido na recuperação rodoviária em Mato Grosso, o PIR IV e o CREMA beneficiaram as BRs 163, 158, 070 e 364”, destacou Cidinho.

O parlamentar ressaltou ainda que entre 2007 e 2011 foram aplicados R$ 870 milhões em implantação, pavimentação asfáltica e duplicação, além de R$ 1,12 bilhão terem sido reservados para obras.

Conforme levantamento apresentado pelo senador mato-grossense, no trecho que compreende Diamantino a Itamarati Norte, na BR-364, R$ 220 milhões foram investidos em pavimentação. Já no trecho entre Campo Novo do Parecis (Condomínio Mal Rondon)-Sapezal R$ 140 milhões em obras. Na BR-158, entre Ribeirão Cascalheira e Vila Rica R$ 250 milhões em cerca de 220 quilômetros que já estão prontos.

Entraves

Alguns trechos previstos não ficaram prontos em decorrência a alterações no projetou ou falta de licenciamento.

Um caso de não execução do projeto, porém os recursos de R$ 300 milhões ainda estão assegurados, é o contorno da reserva indígena de Marawtsede.

No caso da BR-242, entre Boa Esperança e Querência, aguarda-se a licença para a conclusão de 80 quilômetros a um custo de R$ 110 milhões, além disso há R$ 220 milhões de reserva.

Novos investimentos

De acordo com Cidinho, está prevista a destinação em 2014 de quase R$ 700 milhões para 11 grandes investimentos em infraestrutura e logística em Mato Grosso. O recurso vem do Ministério dos Transportes para obras de construção e adequação.

A previsão é que em cinco anos o Ministério dos Transportes injetem R$ 7 bilhões nas rodovias de Mato Grosso.

Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet