Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Notícias / Agronegócio

IN 21

Exportações de produtos madeireiros recuam 28% no primeiro trimestre

Da Redação - Viviane Petroli

24 Abr 2014 - 09:00

Foto: Ilustração

Exportações de produtos madeireiros recuam 28% no primeiro trimestre
Os embarques de produtos madeireiros originários de Mato Grosso recuaram 28% no primeiro trimestre de 2014, em relação ao ano passado. Entre os motivos para a queda estão algumas barreiras criadas com a implantação da Instrução Normativa (IN) 21, segundo o setor madeireiro em Mato Grosso.

Conforme levantamento do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem), entre janeiro e março o Estado exportou 20,048 mil toneladas em produtos madeireiros, um volume 28% inferior as 27,851 toneladas do primeiro trimestre em 2013. A receita gerada pelos embarques caiu de US$ 22,270 milhões para US$ 20,905 milhões, recuo de 6,13% no comparativo.

Leia também
Câmara federal vota na próxima semana mudança na lei de descanso dos motoristas
Programa Minha Casa Minha Vida ameaça maior laboratório de pesquisa rural da América Latina
Caso de doença nervosa em bovino é investigado em Mato Grosso

A redução das exportações dos produtos madeireiros de Mato Grosso estão ligadas a manutenção do câmbio, bem como barreiras criadas com a implantação da IN 21, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o que de acordo com o Cipem, deixou mais complexa a comercialização.

“Como alguns produtos beneficiados e não descritos na IN 21 são de costumeira produção do setor florestal, acaba ocorrendo a retenção de contêiners nos portos prejudicando as exportações com o Mercosul e outros mercados”, explica a superintendente de Desenvolvimento Sustentável do Cipem, Sílvia Fernandes.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet