Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Notícias / Tecnologia

Senar implanta 7 centros de qualificação para agricultures em diversas cidades de Mato Grosso

Da Redação - Laura Petraglia

29 Jan 2014 - 17:10

Foto: Da assessoria

Senar implanta 7 centros de qualificação para agricultures em diversas cidades de Mato Grosso
Com a meta de qualificar um milhão de pessoas até 2020, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) este ano começa a investir em centros de capacitação fora de áreas rurais. O objetivo segundo o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Rui Prado, é vencer o déficit de mão de obra qualificada que ainda é problema um dos principais problemas para os produtores e atrair o máximo de trabalhadores para o campo.

Em apresentação realizada na manhã desta quarta-feira (29) na sede do Senar, o superintendente da instituição, Tiago Mattosinho, disse que somente este ano serão construídos 7 centros de treinamentos em diversos municípios de Mato Grosso.

Dentre os investimentos feitos pelo Senar para 2014 serão implantados 5 núcleos avançados de treinamento nas cidades Barra do Bugres, Tangará da Serra, Cáceres, Primavera do Leste e São José do Quatro Marcos. Esses cinco locais terão capacidade para treinar 1560 por ano.

Cotado para ministério, Rui Prado critica governo federal por atuação em Marãiwatsédé

Outro núcleo de treinamento a ser implantado, é o Centro de Excelencia em Grãos , Oleaginosas e Fibras que funcionará em Campo Novo dos Parecis. O local será específico para formação inicial continuada, qualificação de instrutores, qualificação de assistentes técnicos, qualificação técnica de nível médio. Este centro terá capacidade para atender 3872 alunos presenciais e mais mil à distância.

Por último, com investimento de R$ 3 milhões, o ainda será implantado o Centro de Formação da Agricultura Familiar. No local, ao todo 2400 pequenos produtores terão aula modulares e alojamentos para ficar enquanto tiverem em treinamento. Este centro será construído em parceria com a Fetagri e funcionará em Várzea Grande.

“Existem produtores que ainda se arriscam, mas muita gente deixou de produzir mais por falta de mão de obra qualificada para trabalhar no campo. O que o Senar pretende é que as pessoas da cidade passem também a se interessar pelo trabalho no campo que, diga-se de passagem paga bem e oferece excelentes benefícios”, alertou Rui Prado.

Sobre o Senar:

Em 2010, foram capacitadas 40.454 pessoas. Já em 2013 foram 62.838, um crescimento de 55%. Em 2013 foram formatados 56 treinamentos novos. Atualmente o Senar-MT tem 153 treinamentos e até o final de 2014 serão formatados mais 52, chegando a mais de 200 nas 14 principais cadeias produtivas do Estado.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet