Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Notícias | Logística

Desafios 2014

Riva critica gargalo logístico e defende ação de políticos e empresários

Riva critica gargalo logístico e defende ação de políticos e empresários
O deputado estadual José Riva (PSD) voltou a reclamar da falta de logística para o escoamento da produção de Mato Grosso. De acordo com o parlamentar, esse é o principal entrave do estado. Ele ainda defende uma ação de políticos e empresários do estado para solucionar o problema.


Mato Grosso deve receber R$ 7 bilhões para logística nos próximos cinco anos
Geller fala em produção recorde e não descarta apagão logístico apesar de investimentos

Questionado sobre os desafios para o ano de 2014, Riva declarou que o foco do debate sobre o problema logístico deve ser a reabertura das discussões sobre a hidrovia e implantação da ferrovia que interliga os estados de Mato Grosso e Pará, projeto de sua autoria.

“O grande entrave de Mato Grosso é sem dúvida, a logística. Uma das iniciativas mais louváveis que tivemos à frente do parlamento foi reabrir a discussão do VLT. E, atualmente, a melhor proposta de logística para o Brasil é a ferrovia MT/PA, partindo de Água Boa no nosso estado, indo até Barcarena ou Espadarte, no Pará, onde estão portos com os maiores calados do mundo. Com essa ferrovia, vamos desafogar os corredores da morte, diminuindo quase 10 mil km de ida e vinda pelo oceano, proporcionando competitividade aos nossos produtos ao garantir o escoamento da produção. Apenas essa região na qual o traçado ferroviário passará, podemos ter um incremento na plantação em mais de 50%”, afirmou, por meio da assessoria de imprensa.

Riva lembrou que investidores americanos, coreanos, chineses, árabes e russos, já manifestaram o interesse em construir a ferrovia. “Estamos trabalhando para a inclusão do projeto no Plano Nacional de Viação Ferroviária, mobilizamos a nossa bancada federal e a do Pará com o objetivo de conseguir essa liberação”, disse.

O deputado estadual também defendeu a ampliação da discussão de projetos macros para a logística brasileira no Congresso Nacional e justificou que a bancada federal de Mato Grosso deveria iniciar movimento para que a União promova mais investimentos na logística estadual.

“Acredito que o senador Blairo Maggi (PR), grande líder que é, deve comandar esse movimento pró-logística. Trata-se de um líder político e empresarial, que conquistou seu espaço devido ao trabalho e, portanto, deve começar esse movimento. Dizem que Mato Grosso cresce em nível de China, mas não planejamos esse Estado. Então, é fundamental pensar não na logística atual, que está estrangulada, mas no futuro, garantindo o crescimento desse país nos próximos 30 anos”.

Um dos grandes problemas do país, na visão de Riva, é o lobby existente no setor de logística. “A classe política precisa ter grandeza e não ceder aos lobbys existentes das empresas de pneu e combustível, por exemplo, que é forte. Esses lobbys quase tiraram o VLT de Cuiabá, não tiveram êxito em função de termos sido insistentes. Pediram para eu parar de falar no novo modal para a capital, mas eu disse que precisava ser convencido de que o VLT não era bom para a cidade”.

O projeto de ferrovia MT/PA foi elaborado no gabinete do deputado Riva, com traçado partindo de Água Boa (MT) até Barcarena, no nordeste paraense. Também é analisada a possibilidade da ferrovia seguir do município mato-grossense até Marabá, no sudeste do Pará. A ligação com o nordeste seria viabilizada com a construção de dois ramais, um até o porto de Vila do Conde (Barcarena) e outro até o porto de Espadarte (em Curuçá/PA), que está em projeto de implantação. Lideranças políticas e empresariais de Sorriso solicitaram a inclusão do município no trajeto da ferrovia por meio de um ramal.

Ao todo, mais de 30 municípios de Mato Grosso e Pará serão beneficiados com o traçado ferroviário de 1,8 mil km, melhorando a qualidade de vida de mais de três milhões de pessoas.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet