Olhar Agro & Negócios

Sábado, 13 de julho de 2024

Notícias | Logística

modal ferroviário

Valec pode ficar responsável pelo estudos para ferrovia entre Rondonópolis e Cuiabá

Foto: Reprodução

Secretário Vuolo na posse da diretoria da Valec

Secretário Vuolo na posse da diretoria da Valec

A Valec Engenharia, Construções e Ferrovia pode ficar responsável pela elaboração do projeto básico e do Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (Eia-Rima) do trecho entre Rondonópolis e Cuiabá, atribuição que, inicialmente, caberia à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).


O pedido foi protocolado nesta quarta-feira (27.11), em Brasília, pelo secretário da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo. 

De acordo com informações da assessoria do secretário, o protocolo foi feito no dia da posse do novo diretor-presidente da empresa, José Lúcio Lima Machado. Na ocasião, Vuolo participou da primeira reunião da nova gestão da Valec.

Leia mais:
Ferrovia de Integração do Centro-Oeste é prioridade para o governo federal, garante ministra
Riva apresenta projeto da ferrovia MT/PA à Empresa de Planejamento e Logística

Segundo Vuolo, o pedido protocolado foi feito para acelerar o cronograma de obras do modal ferroviário.
“Estamos queimando etapas, antecipando alguns processos para ganhar tempo. Ao invés de a ANTT ficar responsável, propusemos que a Valec realize este trabalho”, afirmou ao Agro Olhar.

Segundo o secretário, há um termo de compromisso assinado entre o governo de Mato Grosso, a Valec e ANTT que respaldou a contratação do Estudo de Viabilidade Econômica e Ambiental por parte da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

“Agora estávamos avançando mais uma etapa, que é a contratação do projeto básico e Eia-Rima da Ferrovia Senador Vicente Vuolo. Esta ferrovia será importante para o escoamento da produção agrícola de Mato Grosso”, acrescentou.

Na década de 1970, o pai do secretário, senador Vicente Vuolo, incluiu o traçado da ferrovia que passa por Mato Grosso no plano nacional de viação. Por isso, a ferrovia leva o nome do senador.

O trecho está cedido para a empresa América Latina Logística (ALL) e tem terminais em Alto Araguaia, Itiquira e Rondonópolis, inaugurado em setembro pela presidente Dilma Rousseff e o governador Silval Barbosa.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet